Custo de vida na Tailândia – qual o preço de morar no paraíso?

Dona de paisagens idílicas e cultura vibrante, a Tailândia é destino de quem quer ter qualidade de vida.

- Tempo de leitura: 4 minutos -

Já pensou em morar na Tailândia? O país das praias paradisíacas, arrozais e culinária marcante tem muito mais atrativos para quem quer aliar qualidade de vida e economia. Por isso, tanto aposentados quanto profissionais de diversas áreas têm pesquisado sobre como é viver no país. Sendo assim, qual é o preço de morar no paraíso, ou seja, qual o custo de vida na Tailândia?

Um dos principais fatores é o atendimento médico prestado no país. A Tailândia oferece alguns dos melhores hospitais do Sudeste Asiático, com exames acessíveis e atendimento odontológico de qualidade. 

A cultura tailandesa pulsa nos mercados e celebrações que acontecem ao longo do ano. Também merecem destaque as tradições culinárias excepcionais, tanto nos restaurantes quanto na comida de rua.

Não é à toa que a comunidade de estrangeiros segue em crescimento, variando conforme a região. Isso significa que o país tem um cantinho para todo mundo! Alguns lugares são perfeitos para aposentados, enquanto outros concentram nômades digitais querendo abrir seu próprio negócio. 

Então, se você está em dúvida quanto a algum lugar para morar no exterior, veja se saber o custo de vida na Tailândia te ajuda a escolher!

Como é viver na Tailândia?

O primeiro ponto a considerar quando se mudar para a Tailândia é o tipo de imóvel. As acomodações básicas e econômicas são bem tradicionais, com móveis rígidos e, normalmente, sem cozinha.

Isso pode causar estranhamento aos ocidentais à primeira vista. A pessoa pode até encontrar imóveis com cozinha, mas trata-se de alguma adaptação a partir da sala, por exemplo.  

A boa notícia é que muitos preferem procurar por apartamentos em estilo ocidental, pelo menos para passar os dois primeiros anos. 

Quanto à alimentação, a comida tradicional tailandesa é particularmente barata. Além disso, viver em um novo país proporciona a oportunidade de absorver as tradições dos nativos. Isso significa comer nas barraquinhas a US$ 3, incluindo uma refeição e smoothie.

A depender da cidade onde for morar, dá para andar a pé, usar bicicleta (o que é mais frequente) ou motos. Porém, um hábito muito comum por lá é alugar motocicletas a preços módicos, principalmente em Bangkok. 

Se tudo der errado, o metrô opera nas áreas urbanas, enquanto táxis cruzam as cidades a preços econômicos. 

Os custos de viver na Tailândia

A vida na Tailândia se resume a duas coisas – os custos básicos, ou seja, as despesas mensais fixas, e o estilo de vida pessoal. De modo geral, estrangeiros têm custo de vida básico em torno de US$ 600, no mínimo, caso prefira viver no interior. 

A capital, Bangkok, tem um custo de vida básico um pouco mais elevado, cerca de US$ 750. Importante destacar que o valor não considera, por exemplo, despesas com viagem. 

Outro ponto que merece ser mencionado é que, mesmo com visto de dupla entrada, é necessário pagar pelos vistos de fronteira de 60 a 90 dias, caso o visto seja de turista. 

Os aposentados, por sua vez, têm renda mínima proveniente da previdência social específica, o que deve ser comprovado antes de pedir o visto de aposentadoria. 

Custo de vida na Tailândia

Você pode viver bem na Tailândia por pouco menos de US$ 2.000 por mês. O impacto nas despesas mensais vai depender muito do lugar em que escolher morar, tanto no quesito cidade quanto tipo de moradia. No interior, certamente, o custo será menor que nas grandes cidades, como Bangkok. 

Veja um quadro com o resumo das principais despesas no país, considerando estilo de vida básico. 

  • Aluguel: US$ 300 a US$ 320 por mês 
  • Eletricidade e água: US$ 30 a US$ 50 por mês 
  • Internet de alta velocidade: US$ 15 a US$ 20 por mês 
  • TV a cabo: US$ 30 por mês 
  • Plano telefônico básico: US$ 20 por mês 
  • Diaristas: US$ 15 por mês 
  • Saúde: US$ 20 por mês 
  • Manutenção do visto: US$ 21 por mês 
  • Alimentação: US$ 190 por mês 
  • Gasolina e aluguel de motocicletas: US$ 100 por mês 
  • Entretenimento noturno: US$ 75 por mês 

O que é importante saber!

Você vai precisar de um seguro internacional abrangente para expatriados e uma apólice de seguro de propriedade separada. 

Ainda, é imprescindível aprender a falar o idioma local, o tailandês. Você pode contratar um tutor quando chegar, ou fazer um curso online. 

Ao se mudar para a Tailândia, é melhor reservar pelo menos uma semana de hospedagem para uma viagem de reconhecimento.

Comprar frutas e vegetais nos mercados pode ser mais barato do que nos supermercados. Para economizar ainda mais, faça uma compra semanal grande, caso tenha geladeira em casa. 

Uma dica importante para moradia é fechar um contrato de aluguel por meio de um site ou agente. 

Itens de higiene pessoal podem ser muito caros, por isso, espere gastar um pouco mais se tiver marcas preferenciais. 

O truque para economizar no entretenimento é saber para onde está indo e que preços esperar. Áreas turísticas podem ser mais caras, principalmente em restaurantes de prestígio. 

Vale também ter um pouco de disciplina, pois todo gasto excessivo com bebidas e cafés, por exemplo, pode pesar no orçamento mensal. 

O custo de vida na Tailândia pode até não ser tão barato quanto em muitos países, mas traz mais economia que destinos concorridos, como os Estados Unidos. Se quiser saber quanto custa morar em outros lugares, viaje pelo nosso site! 

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.