11 coisas que você nunca deve fazer em um avião – Confira a lista!

Uma viagem aérea requer regras para seguir com tranquilidade e segurança.

- Tempo de leitura: 5 minutos -

Quem viaja de avião certamente já foi incomodado com insistentes pisadas nas costas pelo banco de trás. Ou achou absurda a quantidade de vezes em que os comissários de bordo são chamados por… nada! Pois é, viagens aéreas também requerem regras para seguir com tranquilidade e segurança. São 11 coisas básicas que você nunca deve fazer no avião.   

O objetivo que temos em mente quando embarcamos é um só: chegar ao destino de forma rápida e segura. Claro que existem regras gerais que devemos seguir, já informadas pela tripulação nos primeiros avisos. Ali, já percebemos que um avião não é terra sem lei, muito menos, sem etiqueta. 

Convenhamos, não tem nada pior do que ficar horas fechado com um colega mal educado, né? Mas, além disso, também há comportamentos que devem ser evitados até mesmo para nossa própria saúde! Então, para ter uma viagem tranquila, trouxemos uma lista com 11 coisinhas que nunca devemos fazer no avião.

11 coisas que nunca devemos fazer no avião 

Não prestar atenção aos informes de segurança

Aquela longa explicação sobre os procedimentos de segurança a bordo parece chata? Parece! Mas, não existiria se não fosse necessária! Por mais tediosa que pareça, uma daquelas informações pode salvar sua vida. Então, preste atenção, por exemplo, sobre onde fica a saída de emergência e como descer as máscaras de oxigênio.

Nunca levantar do assento 

A viagem de avião pode causar trombose venosa profunda ou TVP, um tipo de coagulação do sangue nas veias. Mas, não se assuste! Tudo isso pode ser evitado com uma curta caminhada pelo corredor da aeronave ou fazer movimentos simples no assento durante o vôo. Procure, também, usar roupas largas e sapatos afrouxados. 

Exagerar no álcool 

Uma das coisas que, definitivamente, você nunca deve fazer no avião é exagerar no álcool. Por mais tentador que seja tomar uma ou duas taças de champanhe, por exemplo, exagerar nas bebidas alcoólicas pode se tornar um pesadelo. A pressão provoca uma reação mais rápida ao álcool.

Em suma, beber demais pode ter consequências que vão desde desidratação até ser expulso do avião por comportamento desordenado. Lembre-se: ninguém quer sentar ao lado de alguém que cheira a álcool, desmaia em seu ombro ou vomita em seus sapatos.

Tirar os sapatos

Ainda que a vontade de ficar confortável seja grande, resista! Além dos riscos de provocar mau cheiro pelo tempo usando sapatos fechados, você ainda arrisca pisar em lugares com muitos germes.

Invadir o espaço dos outros passageiros 

A questão sobre invadir o espaço dos outros passageiros também inclui a polêmica a respeito de reclinar o assento. É fato que existe um limite que não compromete o conforto do vizinho de trás. Lembre-se de que você não está em casa e sua liberdade termina onde começa a do outro. 

O mesmo vale para o momento das refeições. Tão logo os carrinhos de comida e bebida comecem a rolar pelos corredores, certifique-se de que seu assento esteja reto para que a pessoa atrás de você tenha acesso à própria bandeja.

Tomar chá ou café 

Um cafezinho pode parecer uma ótima ideia a bordo, mas a verdade é que as bebidas quentes costumam ser preparadas com água da torneira do avião. Infelizmente, essa água é propensa a bactérias. Então, é mais seguro escolher bebidas enlatadas ou engarrafadas. 

Outro tipo de bebida a evitar é a gaseificada. 

Todo mundo já sentiu os ouvidos estalarem conforme a pressão da cabine muda durante a decolagem e a aterrissagem. Esse efeito pode levar à expansão do gás dentro de seu corpo. Se possível, então, evite tomar refrigerante, água com gás ou até mesmo uma taça de champanhe. 

Usar lentes de contato 

O ar seco a bordo pode ressecar a pele e, acredite, os olhos! Por isso, se você usa lentes de contato, tente trocá-las por óculos para ficar mais confortável e não esfregar os olhos.

Não avisar a tripulação sobre mal estar

Os comissários de bordo realmente estão lá para ajudar. Então, se sentir algum incômodo, avise! Viagens aéreas podem ocasionar mal estar ou até problemas de saúde em razão da pressão do ar. 

Experimentar aquele remédio para dormir 

A gente entende que muita gente tem medo das viagens aéreas ou fica entediada pelas longas horas de voo. Mas, uma das coisas que você nunca deve fazer no avião é experimentar um novo remédio para dormir. Além dos riscos de ser alérgico à medicação, os efeitos podem ser contrários, como provocar alucinações. 

Não faça brincadeiras que remetam a acidentes

Olha, ninguém, mas ninguém mesmo, vai achar graça em piadas sobre armas, bombas outra coisa ameaçadora. Saiba que os comissários de bordo podem até retirá-lo de um voo se julgarem haver a menor chance de você representar um risco de segurança. Ou seja, brincadeiras de mau gosto são uma das coisas que você nunca deve fazer no avião. 

Chamar os comissários excessivamente

Ok, não esconda seu mal estar, mas uma das coisas que você nunca deve fazer no avião é exagerar nas chamadas aos comissários de bordo. Ainda que a prioridade da equipe seja mantê-lo seguro, isso não inclui atender a todos os seus caprichos. Portanto, use o bom senso ao decidir quando apertar o botão de chamada. 

Claro que viajar de avião não é nenhum acampamento militar, mas existem regras a serem cumpridas. Então, não custa ter em mente as coisas que você nunca deve fazer no avião. Assim, evita constrangimentos e conserva sua própria segurança. Ainda sobre dicas de viagem, veja o que fazer em casos de violação, danos ou extravios de bagagem.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Assumimos que você está de acordo, mas você pode não aceitar caso prefira. Aceitar Ler Mais