CNH para jovens de 16 anos pode ser autorizada no Brasil – Saiba detalhes!

Jovens de 16 anos poderão emitir a Carteira Nacional de Habilitação caso projeto de lei seja aprovado.

- Tempo de leitura: 1 minuto -

Novos motoristas estão entrando nas estradas brasileiras todos os anos. Durante as aulas para se habilitarem eles aprendem tudo o que é preciso para se tornarem motoristas conscientes.

Esses novos motoristas vão começar a experimentar a bela liberdade que vêm de se sentar atrás de um volante e dirigir até onde eles desejarem.

Quase todo mundo sabe que no Brasil a carteira de motorista é emitida a partir dos 18 anos. Mais uma vez os políticos brasileiros voltam a discutir sobre esse documento. O Projeto de Lei nº 3.775/2021 quer alterar a idade para que as pessoas possam emitir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A ideia do projeto feito pelo senador Jorginho Mello (PL-SC) é permitir que pessoas a partir dos 16 anos possam dirigir. Para que isso se torne realidade, é necessário realizar alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Em entrevista ao jornal O Povo, o senador explicou que a medida já é adotada em inúmeros países, como os EUA.  “Há muito tempo e em muitos países, os jovens são autorizados a conduzir veículos automotores em idades até menores do que os 16 anos completos, que aqui propomos como limite mínimo para obtenção da permissão para dirigir”.

O senador também destacou na entrevista ao veículo de imprensa que a redução de idade na permissão para dirigir ajudará os jovens na transição para a vida adulta e a conseguirem se deslocar para casa ou trabalho. 

“A sociedade já impõe aos adolescentes muitas dificuldades na transição para a vida adulta. São cidadãos que, se já não são produtivos, estão buscando qualificação para tal. E, infelizmente, na maioria dos casos, o transporte coletivo e as opções não motorizadas não têm a rapidez e a confiabilidade necessárias para um cotidiano atribulado, tornando os anos finais da adolescência ainda mais desafiadores”, disse.

O projeto está em fase inicial e vai passar por diversas comissões no Senado. Logo após, deve ir para análise na Câmara dos Deputados e, se não houver alterações, seguirá para sanção do Presidente da República.

Para acompanhar a tramitação do projeto, acesse o site do Senado Federal.

Você pode gostar também
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este website utiliza cookies para tornar sua experiência ainda melhor! Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está de acordo com isso. Aceitar Ler Mais

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->