A misteriosa Ilha das Bonecas, no México – história e como visitar

Com centenas de bonecas penduradas, a Ilha das Bonecas tem fama de ser terrivelmente mal assombrada.

Histórias sobre lugares mal assombrados pelo mundo pipocam internet afora e despertam o imaginário. Contudo, mais do que apenas pesquisar, o melhor é conhecer um desses vários locais pessoalmente. Um deles é a misteriosa Ilha das Bonecas, localizada no sul do México. Alcançada somente por barco, a ilha tem um passado trágico e, consequentemente, traz consigo um aspecto sinistro. 

A Ilha das Bonecas, no México
A Ilha das Bonecas, no México

A Ilha das Bonecas tem esse nome pelas centenas de bonecos pendurados em árvores, todos decapitados e deformados. O fato é que a ilha dedicada à alma perdida de uma criança nunca teve a pretensão de se tornar um ponto turístico. Porém, acabou sendo o que, inclusive, levou a criação de bonecas falsas que confundem possíveis visitantes.

As bonecas da ilha são ameaçadoras, mesmo à luz forte do meio-dia, mas no escuro, são particularmente perturbadoras. Não só o lugar é assustador, como também a triste lenda que a acompanha. 

Conheça, a seguir, a história da misteriosa Ilha das Bonecas e como visitar.   

Onde fica a Ilha das Bonecas?

A Ilha das Bonecas, ou Isla de las Munecas, fica ao sul da Cidade do México, entre os canais de Xochimilco. Ainda que haja milhares de pessoas habitando a área, o que chama mesmo a atenção são as centenas de bonecos assustadores espalhados pelas árvores. Os brinquedos têm membros decepados, cabeças decapitadas e olhos vazios que acompanham os visitantes. Assustador, não?

Detalhe das bonecas da Ilha das Bonecas, no México
Detalhe das bonecas da ilha

E possível visitar a Ilha das Bonecas? Como chegar lá?

Como você verá adiante, há vários portos de onde saem barcos para a ilha, mas os mais indicados são o Embarcadero Celada de Xochimilco e o Embarcadero Cuemanco, ambos a cerca de 28km do sul da Cidade do México. O custo do aluguel por hora é sinalizado em placas já na frente do píer, cerca de 200 pesos (sujeito a alterações).

Como o preço é pelo barco, fica mais em conta se encontrar pessoas animadas a visitar a ilha. A viagem de ida e volta demora cerca de quatro horas (dependendo do porto de partida e se quiser visitar todos os canais) e, ao chegar lá, será necessário pagar uma gorjeta ao cuidador do parque. Visitando somente a ilha, o tour dura aproximadamente duas horas. 

Vale destacar que os canais de Xochimilco fazem parte do último grande lago que permaneceu na área. Historicamente, a região foi cercada por lagos de forma que as cidades se desenvolveram em ilhas. É o caso de Tenochtitlán, atual Cidade do México, antes uma cidade insular em guerra com a cidade de Xochimilco. Hoje, os canais são tranquilos durante a semana e valem uma visita por conta própria. 

Os canais de Xochimilco
Os canais de Xochimilco

A história da Ilha das Bonecas

Assim como mencionado anteriormente, a Ilha das Bonecas é dedicada à alma perdida de uma pobre garota que encontrou seu destino muito cedo em circunstâncias estranhas. 

Segundo a lenda local, há muitos anos, Don Julián Santana Barbera queria escapar da sociedade e, por isso, se mudou para uma ilha para se tornar um recluso.  

Logo após chegar na região escolhida, o homem encontrou o corpo de uma jovem flutuando, já sem vida, de bruços na água. Em seguida, achou uma boneca boiando bem próximo à moça. 

Em memória à menina, Julián, então, amarrou a boneca em uma das árvores da ilha. Foi aí que tudo começou! À noite, ele começou a ouvir sons suspeitos que não o deixavam dormir, apesar da solidão dos canais. 

Trilha com as bonecas penduradas nas árvores - Ilha das Bonecas (México)
Trilha com as bonecas penduradas nas árvores

O homem, claro, vinculou as vozes ao espírito da menina que, talvez, tivesse voltado para assombrá-lo. Por isso, deu início a uma coleção de bonecos e, para afastar e apaziguar seu espírito, começou a exibi-los pela floresta. Isso durou pelos próximos 50 anos, até a morte de Julián, em 2011. Aliás, até as circunstâncias da partida do homem foram misteriosas. 

Um sobrinho descobriu o corpo do tio flutuando, de bruços na água, exatamente como o homem encontrou a jovem anos antes. Assim, a lenda afirma que o espírito de Julián se juntou aos vários outros que assombravam a Ilha das Bonecas. Aliás, segundo a lenda local, as bonecas movem a cabeça, os braços e abrem os olhos. Algumas testemunhas até afirmam tê-las ouvido cochichar umas com as outras.

Também há quem diga que, durante algum passeio perto da ilha, foi atraído pelas bonecas a descer à ilha. Pode haver um certo exagero nesses relatos e não há provas de que, de fato, haja possessão na ilha. Na verdade, há questionamentos até mesmo da existência da garota afogada, pois uma vez que Don Julián morava sozinho, pode ter inventado a lenda para minimizar sua solidão.    

Dicas para visitar a Ilha das Bonecas

A fama da Ilha das Bonecas inspirou pessoas desonestas a criarem ilhas falsas, enganando os turistas. Bom, já que há ilhas falsas, como saber que estou visitando a certa? 

Uma dica é já negociar isso com o próprio dono do barco. Ademais, você saberá que está no caminho certo quando passar por uma ilha com bonecas cobertas por um pano preto. 

Depois dela, vai seguir viagem e chegar à verdadeira Ilha das Bonecas, envolta por uma cerca de bambu. Leva-se de 1h30 e 2h para chegar até lá, isto é, um passeio mais curto possivelmente te levou à ilha errada. Lá no cais, quando estiver negociando, algumas frases em espanhol podem te ajudar a certificar-se na visitação correta:

Gostaríamos de ir para a Ilha das Bonecas.

Nos gustaría ir a la isla de las muñecas.


Queremos ir para a ilha correta, não para a ilha da imitação.

Queremos ir a la isla correcta, no a la isla de imitación.


Esta não é a ilha correta.

Esta não é a isla correta.


Quanto vai custar?

¿Cuanto costara?

Primeiramente, apesar dos vários cais de onde saem embarcações que levam à ilha, o recomendável é escolher o Embarcadero Celada de Xochimilco, localizado próximo a própria Isla de las Muñecas. 

Em segundo lugar, é imprescindível visitar a região na época certa. O ideal é fazer o passeio em um dia de semana, uma vez que os canais ficam lotados aos finais de semana. Além disso, com menos turistas, fica até mais fácil negociar. 

Bom, encontrando o barco, é hora de embarcar. Como o passeio é longo, é válido levar água e comida. Ah, e tire bastante fotos, pois é permitido. Claro que as testemunhas oculares de fenômenos naturais estão exagerando e, sem dúvida alguma, a ilha não está realmente possuída. 

Mas a Ilha das Bonecas é um lugar muito assustador que marca o visitante. Por via das dúvidas, ao chegar lá, não se esqueça de, também, prestar seu respeito a Julián, à jovem que ele encontrou e aos demais espíritos que habitam a ilha. Vai saber, não é mesmo?

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.